Skip to content

Permaneço um racionalista

29/01/2009

Doa a quem doer, permaneço um racionalista – embora firmemente convencido de que o único racionalismo consequente é o que se propõe, não a violentar o mundo em nome de seus esquemas, mas a apreender em seus conceitos, sem nunca render-se ao ininteligível, sem jamais declarar o inefável, a essência de toda realidade, ainda a mais esquiva, mais obscura e mais contraditória. Somente as almas cândidas, os cegos voluntários e os contempladores do próprio umbigo não percebem e não aprovam a virilidade desta Razão; mas ela é apenas a própria e íntima razão de todo verdadeiro conhecimento humano.

José Guilherme Merquior

Anúncios

From → Filosofia, Pensamento

One Comment
  1. Caríssimo Daniel,

    Em que pese estar pensando até hoje no comentário que fizeste sobre meu post a respeito de Hannah Arendt e, sem querer me atrever a causar o mesmo pasmo em ti e, levando em consideração o nome do teu blog e o texto de Merquior eu, finalmente, pergunto: crês mesmo em essências?

    Grande abraço e parabéns. Devidamente linkado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: